Back to top

CONVOCATÓRIA PARA INDICAÇÕES

Prêmio Front Line Defenders para Pessoas Defensoras de Direitos Humanos em Risco 2022

A Front Line Defenders está aceitando indicações para o Prêmio Front Line Defenders para Pessoas Defensoras de Direitos Humanos em Risco 2022:

Prêmio Front Line Defenders 2022 - Formulário de Indicação

award banner

O prêmio anual da Front Line Defenders foi criado em 2005 para homenagear o trabalho de pessoas defensoras de direitos humanos que estão corajosamente fazendo grandes contribuições para a promoção e proteção dos direitos humanos de outras pessoas, com grande risco a si mesmas. O prêmio concentra a atenção nacional e internacional no trabalho de defensores e defensoras, fornecendo a eles/as uma plataforma nacional e internacional mais ampla para divulgar e defender seu trabalho.

Será selecionada uma pessoa vencedora para representar cada uma das 5 regiões do mundo (África; Américas; Ásia-Pacífico; Europa e Ásia Central; e Oriente Médio e Norte da África) e, dentre as 5, uma será selecionada como homenageada global.

O processo está aberto a todos e todas para que enviem uma indicação de uma pessoa defensora de direitos humanos, um coletivo, uma organização ou uma comunidade que trabalhe em qualquer questão de direitos humanos e enfrente riscos significativos devido ao seu trabalho ou que opere em um ambiente que é caracterizado como inseguro. O objetivo do prêmio é dar visibilidade às pessoas defensoras de direitos humanos que normalmente não a têm ou não possuem reconhecimento em nível internacional. Ao mesmo tempo, o prêmio não deve trazer riscos adicionais para os quais a pessoa defensora não esteja preparada. Além do prêmio, as pessoas vencedoras receberão:

  • um modesto prêmio financeiro;
  • um subsídio de segurança para melhorar suas medidas de segurança;
  • colaboração com Front Line Defenders para trabalhos de mídia em reconhecimento ao prêmio;
  • Incidência por parte da Front Line Defenders relacionada ao prêmio e ao trabalho das pessoas vencedoras;
  • um evento coorganizado pela pessoa defensora, parceiros locais e a Front Line Defenders para dar visibilidade ao prêmio nos países delas (conforme determinado e orientado pelas pessoas vencedoras);
  • os laureados globais participarão de uma cerimônia em Dublin;
  • todas as 5 pessoas vencedoras participarão de uma cerimônia e terão oportunidades para apresentações públicas nos Estados Unidos (agenda exata a ser estabelecida);
  • consulta contínua de segurança com a Front Line Defenders

Se você deseja indicar uma pessoa defensora de direitos humanos para o Prêmio Front Line Defenders para Pessoas Defensoras de Direitos Humanos em Risco 2022, acesse este link para formulário seguro de indicação on-line:

Prêmio Front Line Defenders 2022 – Formulário de Indicação

Como a pessoa, grupo ou organização que fez a indicação, você será consultado/a pela Front Line Defenders para verificar as informações enviadas e, possivelmente, fornecer informações adicionais. Preencha todas as partes do formulário de candidatura da melhor maneira possível.

Por favor, envie indicações através do formulário on-line. Se houver algum problema com o formulário ou tiver alguma dúvida, entre em contato com: campaigns@frontlinedefenders.org

Para saber sobre pessoas vencedoras anteriores do Prêmio Front Line Defenders, acesse:

Prêmio Front Line Defenders

Prazo para candidaturas: segunda-feira, 30 de janeiro de 2022

Observe:

  • Indicações incompletas não serão consideradas. Por favor, preencha o formulário de indicação na íntegra e forneça todas as informações solicitadas.
  • As indicações podem ser enviadas por organizações ou indivíduos.
  • As pessoas indicadas a nível individual não podem ter um papel de destaque em um partido político e devem estar ativas no trabalho de direitos humanos (o Prêmio Front Line Defenders não se destina a reconhecer uma contribuição histórica ou póstuma).
  • As indicações devem ser referentes a pessoas defensoras de direitos humanos atuantes e não devem viver em exílio.
  • A autoindicação não é permitida.
  • O número de indicações que uma pessoa defensora ou organização receba não é considerado na avaliação das candidaturas.
  • Todas as indicações devem ser acompanhadas por 2 referências.