Back to top
Dalcidio Jurandir Camp

Acampamento Dalcídio Jurandir

Com audiência de reintegração de posse marcada para o próximo dia 11 de junho, mais de 200 famílias que vivem no Acampamento Dalcídio Jurandir em Eldorado do Carajás correm o risco de ser despejadas. A Agropecuária Santa Bárbara, que exige a reintegração de posse, possui um histórico de denúncias de agressões, pulverizações de venenos e ameaças aos trabalhadores, além de acusações de lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha. Adicionalmente, os documentos de aquisição e titularidade continuam em disputa na justiça. Integrados desde 2008 a Eldorado dos Carajás, é o acampamento, por exemplo, quem abastece o comércio da cidade e municípios vizinhos. O Acampamento ainda fortalece a economia local com a produção e venda de farinha de mandioca, peixes, mais de 45 tipos de frutas, verduras, leguminosas, hortaliças e criações que são comercializados nas feiras e mercados das cidades próximas.

http://www.mst.org.br/2019/06/06/despejo-no-para-ameaca-dez-anos-de-prod...

Brazil

Os desafios e ameaças enfrentados pelos/as defensores e defensoras de direitos humanos no Brasil continuam muito elevados, particularmente para aqueles/as que trabalham em questões sobre a terra, o meio ambiente, os povos indígenas, os direitos LGBTI, a corrupção e a impunidade. Muitos/as defensores/as têm sofrido ameaças de morte, ataques físicos, prisões arbitrárias e processos judiciais. O elevado número de mortes é particularmente preocupante, e tais assassinatos ocorrem em um contexto de impunidade generalizada.